Documentos necessários para seu financiamento

Documentos casa própria negócios

Estima-se que na última década o mercado imobiliário tenha crescido de forma assombrosa. Contudo, essa tendência mudou por conta do aumento dos juros do financiamento imobiliário de 9,2% para 11% ao ano, feito pela Caixa Econômica, segundo dados anunciados da revista Exame. Com essa forma de crédito encarecendo, os cuidados na hora de optar por esse tipo de financiamento devem ser redobrados.

Ainda que haja alguns problemas, como o atraso na entrega do imóvel ou a reprovação do financiamento imobiliário na financeira, essa opção é muitas vezes a única viável. Por isso, antes de qualquer assinatura de contrato, preste atenção aos detalhes, principalmente no que diz respeito ao que deverá ser quitado futuramente e à documentação necessária, a fim de evitar o distrato do financiamento.

Porém, ao abordar esse assunto sobre a documentação para o financiamento, ainda existe muita falta de informação por parte de pessoas que se interessam em comprar por meio desse benefício, o que causa uma certa sensação de intangibilidade, principalmente para as classes menos favorecidas e com pouco acesso à informação.

Basicamente,  não existe nenhum bicho de sete cabeças. Desde que o comprador procure uma orientação adequada de um profissional especializado, que, nesse caso, não é simplesmente quem vende, ou seja, quem faz a transação de corretagem, mas também quem conheça do assunto documentação para não haver nenhum respaldo de dúvida. Comprar um imóvel financiado exige alguns pré-requisitos ditos básicos para que não haja nenhuma dúvida na negociação.

Vendedores conclusão empreendedores

É importante salientar que ambas as partes envolvidas, comprador e vendedor, não possuam restrição nos serviços de proteção ao Crédito (SPC e SERASA). Com relação às documentações necessárias, basicamente são:

1 – Por parte do comprador:

RG; CPF; comprovante de residência; em caso de trabalho formal, os três últimos holerites e mais imposto de renda completo, não podendo ser apenas o espelho; caso seja casado(a) legalmente, o cônjuge entra obrigatoriamente na composição da renda, sendo necessário os mesmos documentos da esposa ou do marido. Em caso de trabalhadores com renda autônoma, profissionais liberais, empresários, que em sua maioria não possuem holerite, é necessário os seis últimos meses de movimentação bancária além do imposto de renda. Caso seja pessoa jurídica, acrescenta-se o contrato social e, em alguns casos, declaração de Pró-labore.

2 –Por parte do vendedor:

A parte do vendedor é um pouco mais complexa. Além de todos os documentos que citamos para o comprador, também é preciso avaliar a documentação do imóvel a ser vendido. Como se trata de um financiamento via alienação fiduciária, ou seja, quando o bem é a própria garantia, os agentes financiadores exigem que o imóvel esteja com toda a documentação em dia. Isso inclui:

 

RGI – Registro geral do imóvel. Este é um documento que atesta a existência do imóvel frente aos órgãos públicos competentes. Além disso, indica a metragem total do terreno em que se localiza o imóvel. Lembrando, porém, que, para financiamento é necessário ter no RGI não só a metragem do terreno como também da área construída.

Planta baixa – Desenho técnico das dimensões da área construída.

Por se tratar de alienação, como outrora fora citado, é importante dizer que todo imóvel financiado passa por uma análise técnica chamada engenharia. Um profissional especializado se certifica de que o imóvel está em perfeitas condições para a hipoteca. Em suma, para aqueles que desejam realizar o sonho da casa própria ou até mesmo dar continuidade como investimento, fica a orientação: procurar profissionais especializados que possam lhe dar informações e não somente lhe oferecer grandes “vantagens” na hora do fechamento do negócio. Afinal, para um investimento tão precioso e sério faz-se necessário que cada cláusula do contrato seja minuciosamente lida em detalhes, se possível com orientação jurídica. Fazendo assim, evitam-se muitos problemas posteriores.

Não há Tags

2460 total de visitas, 1 hoje

  

2460 total de visitas, 1 hoje

5 Respostas para “Documentos necessários para seu financiamento”

  1. A transferência de imóvel na construtora.
    A construtora pede toda documentação para comprovação de renda, ou seja, extratos bancários, Holerites, etc. Quanto o comprador já tem crédito aprovado por um banco, é necessário assim mesmo apresentar toda essa documentação.
    Esse imóvel foi comprado por um cliente e antes da entrega das chaves vendido a outro,antes da entrega das chaves, a construtora para transferir os direitos para o novo proprietário esta exigindo toda a documentação que o Banco já analisou, tem necessidade de apresentar a construtora essa documentação.

    • Olá Luiz Antonio.

      Geralmente as construtoras tem um procedimento padrão e até mesmo um determinado banco conveniado, sendo assim, embora seu banco tenha aprovado seu crédito, toda documentação deve passar pelo despachante da construtora e, as vezes, ser ancaminhada ao banco de referencia da mesma, até porque a ADM da construtora nem sempre é na mesma cidade do imóvel, logo sua documentação pode tramitar em banco de outra cidade.
      Mas fique tranquilo esse procedimento é comum, basta ler com atenção os contratos que lhe forem oferecidos.
      E lembre-se, imóvel ainda é o melhor investimento.

      NiltonPereira
      Corretor

  2. Cristina Rodrigues em 20 de maio de 2015 @ 9:29 am

    Prezados, Bom dia.
    Excelente informação.

    Tenho algumas dúvidas, gostaria da ajuda de vocês para os itens abaixo.

    Histórico:
    Possuímos, filhos e Mãe, uma imóvel(casa) por herança. No Registro do imóvel já constava o formal de partilha com todos os vendedores, na época todos solteiros. O imóvel já foi vendido, agora, com financiamento pela Caixa Econômica o contrato já está para registro no cartório.

    1- Minha irmã casou em regime de comunhão parcial e no contrato foi feito uma ressalva “Em tempo” constando que o seu Marido Assistiu sua esposa, pois inicialmente estava Interveniente anuente, mas ele não tem direito ao Bem e não consta no Registro formal de partilha..
    Dúvidas:
    É preciso que o mesmo assine o contrato?
    É preciso tirar as certidões do mesmo?
    Não encontrei legislação falando sobre Assistente e nem sobre obrigações de certidões que seriam apenas dos vendedores. Também poderiam me informar?

    2- No Ato do registro formal de partilha constam o estado cível de minha Mãe, viúva, e o número de seus documentos, RG e CPF. Contudo, o cartório ao fazer o registro junto a matrícula do imóvel não atualizou os dados dela e agora está exigindo averbação do RG, CPF e o Estado Civil.
    Dúvidas:
    O cartório deveria ter atualizado os dados?
    Caso realmente seja necessário averbar devemos pagar 3 averbações ou somente 1 fazendo referência ao RG, Estado Civil e CPF?
    Também não encontrei legislação falando sobre o assunto. Poderiam me informar?

    Muito obrigada pela atenção.
    Cristina

    • Bom dia
      O seu marido tem sim que assinar pois embora ele não tenha direito ao bem por ser de herança, ele precisa concordar para futuramente poder se dividir o valor em eventual separação ou divórcio ou possivel fraude contra ele. Ele assina só para dizer que está ciente da venda.
      Constar como assistente é termo que não cabe hoje no caso pois ele anui e assitir significa que sua irmã é totalmente incapaz e precisa dele. Isso era dito em tempos remotos, creio que hoje é diferente.Deveria se fazer a pergunta: qual foi a assistencia que ele deu a sua irmã?Assistir com significado de dar ajuda e não de ver.Ele é especialista em algo que que estava sendo feito?
      Alguns dados são obrigatórios ao cartório de imóvel obter, mas se não chega a ele a informação dos dados que foram alterados(se sua mãe usava o mesmo cpf do seu pai ela tem que tirar o próprio) No formal de partilha já devia conter dados que podem alterar os dados de sua mãe mas se não contiver os documento, tipo certidão de óbito , cópia de rg e cpf eles (forçando muiiiiiito) podem pedir esses documentos. A averbação tem custo baixo.
      Espero ter ajudado. Até
      Pablo

Envie uma mensagem

Outras dicas para você

  • Indo para uma nova casa? Saiba como se p...

    por em 18 de junho de 2017 - 0 Comentários

    Mudar de casa exige planejamento e organização. São milhares de detalhes que precisam ser pensados antes de realizar a mudança. Para ajudá-lo nessa árdua tarefa, veja abaixo algumas dicas do que fazer para evitar aquela dor de cabeça na hora de se mudar. 1º passo: Definir o que levar O ser humano tem o costume Continuar lendo…

  • As melhores formas de anúncio para seu i...

    por em 3 de outubro de 2015 - 7 Comentários

    Há inúmeras maneiras de divulgar seu imóvel. Porém, algumas são mais eficientes que as outras. Fique por dentro do que se deve fazer ou não para anunciar o seu imóvel e vendê-lo o mais rápido possível. Divulgação via Internet Sem dúvida nenhuma, hoje em dia a internet é a melhor forma de se divulgar um Continuar lendo…

  • A crise te ajudará na compra de uma casa...

    por em 26 de setembro de 2015 - 6 Comentários

    Comprar imóveis durante a crise tem se mostrado cada vez mais promissor. No passado não havia tempo para negociações, quando um imóvel era construído ou colocado à venda em questão de dias já estava vendido, ou até mesmo sua venda era realizada antes da construção começar. Por que o preço está melhor? A crise diminui Continuar lendo…

  • 5 dicas para escolher o melhor consórcio...

    por em 19 de setembro de 2015 - 5 Comentários

    Consórcio é o agrupamento de pessoas físicas ou jurídicas que, através de pagamentos mensais, formam uma poupança destinada à aquisição de imóveis, carros, motos, viagens e até mesmo cirurgias plásticas. Estima-se que aproximadamente cinco milhões de brasileiros optaram por esse sistema de compras, tudo porque não sofre a incidência das altas taxas de juros, ao Continuar lendo…

  • 3 formas econômicas de renovar a sua cas...

    por em 15 de setembro de 2015 - 0 Comentários

    Só existe uma sensação melhor do que estar em casa: é estar em uma casa nova! Nem sempre se pode comprar uma outra casa na vida, ou às vezes a atual possui um valor emocional muito grande. Então, se você não pode comprar uma casa nova, por que não renovar a que você já tem? Continuar lendo…

  • Onde procurar as melhores oportunidades ...

    por em 7 de setembro de 2015 - 6 Comentários

    O investimento em imóveis hoje em dia se tornou uma alternativa escolhida por muitas pessoas por ser um tipo de negócio geralmente seguro e rentável. Além disso, essa é uma opção sempre lembrada por investidores e economistas, confirmando a importância e a menor possibilidade de prejuízos. Mas, onde procurar os melhores negócios? Uma boa opção Continuar lendo…

  • Os 3 fatores que mais afetam o valor de ...

    por em 2 de setembro de 2015 - 5 Comentários

    O valor de um imóvel pode variar bastante durante o seu tempo de vida. Seja para mais ou para menos, existem diversos fatores que interferem no seu valor. Se você pensa em vender o seu imóvel ou até mesmo comprar um, é importante prestar atenção em alguns detalhes cruciais. Listamos a seguir 3 desses fatores Continuar lendo…

  • 5 dicas para avaliar a real qualidade de...

    por em 18 de agosto de 2015 - 3 Comentários

    Muitas vezes, seja por falta de senso crítico ou até mesmo por preguiça, quem pretende comprar ou alugar um imóvel não dedica tempo e energia necessários para a realização de uma avaliação rigorosa, julgam o livro pela capa, fecham negócio sem realizar uma visita sequer, baseando-se apenas na beleza da fachada, somente percebendo que caíram Continuar lendo…

  • Regras para manter seu imóvel regulariza...

    por em 11 de agosto de 2015 - 7 Comentários

    Para aqueles que compraram ou estão comprando imóveis devem saber que há uma série de regras que tornam regular a situação do mesmo. Se o investimento em imóveis é considerado um tipo de investimento seguro, em parte tem a ver com a segurança jurídica conferida pelas leis destinadas a protegerem a propriedade. O que se Continuar lendo…

  • Alugar ou vender? Vantagens e desvantage...

    por em 4 de agosto de 2015 - 7 Comentários

    Quando se tem um imóvel disponível, fica uma dúvida frequente: vender ou alugar? Quais vantagens e desvantagens para cada opção? Está na hora de pesar os prós e contras e ver qual delas é a melhor para você. Alugar um imóvel Vantagens A maior vantagem de se alugar um imóvel é a valorização do mesmo, Continuar lendo…